De Olho Na Ju
Image Map

LOOK: BORY PRETO DE VELUDO E BOTA


Olá pessoas lindas,

Um tempo atrás fiz um ensaio lindo com o fotografo Etevaldo Araújo no Museu Candango aqui em Brasília. Hoje vim mostrar algumas das fotos que tiramos com o look: bory preto de veludo e bota de cano alto.

Eu simplesmente amo esse bory, acho ele lindo demais, pena que não encontro mais para revender na Loja De Olho Na Ju. A bota já tenho desde o ano passado e acho ela super confortável apesar do salto alto. Agora vai chegar a época de chuva e frio de novo e é hora de colocar as botas pra jogo.

Não vou enrolar mais vocês, vamos as fotos:







Espero que tenham gostado do post de hoje, logo logo terão mais looks para vocês! Beijos

Fotografo: Etevaldo Araújo
Facebook: https://www.facebook.com/etevaldo.araujo.1

HUMORISTA PIAUIENSE TRAZ COMÉDIA "SHOW DAS PROFESSORAS", DE MARIA DOS PRAZER, PARA O SESC/DF

Olá pessoas lindas,

Já fiz alguns posts sobre as peças do Carlos Anchieta e hoje venho indicar mais uma para vocês que são de Brasília e gostam de comédia. Outubro é o mês das professoras! Por isso, o comediante traz seu espetáculo "Show das Professoras - é rindo que se aprende", que faz uma narrativa humorística do dia a dia dos professores em sala de aula. Você poderá assistir nos dia 28 e 29/10, às 20h, no Sesc 504 Sul, com ingressos por R$ 15 reais (meia).

O projeto Brasília Capital do Riso, de Carlos Anchieta, apresenta uma professora do ensino fundamental. "Cê com A - cá, Cê com O - co e Cê com U...No espetáculo vocês ficarão sabendo o que passa uma professora dentro e fora de sala de aula. E o que os alunos e a coordenadora, aprontam com a tia Maria dos Prazer", declara o comediante.

O espetáculo mostra a vida real de uma professora da Rede Pública de ensino que se sente injustiçada, queixa-se de muito serviço, baixo salário e da falta de reconhecimento. Sobe ameaça dos alunos do sistema educacional e mesmo assim, ela diz amar muito sua profissão e se sente realizada. Agora, dinheiro que é bom? Nada! 

Espero que vocês possam aproveitar essa oportunidade e curtir um momento de descontração com essa ótima peça.

Show das Professoras - é rindo que se aprende
Dias 28 e 29/10, sábado e domingo, sempre às 20h.
Local: Sesc 504 Sul - Teatro Ary Barroso
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Classificação: 14 anos
Informações: (61) 98611-6620

LIVRO QUE QUERO LER - CONQUISTADA ATÉ TERÇA

Olá pessoas lindas,

Quem me acompanha por aqui sabe que eu amo ler desde criança, acredito que conseguimos viver tudo que acontece na história e adquirir conhecimento sobre diversos assuntos. Além de comentar sobre os livros que gostei de ler, agora resolvi também compartilhar os livros que quero ler. Então, vamos a indicação de hoje: Conquistada até terça.

O resumo do livro me chamou muito a minha atenção, e por isso decidi mostrar para vocês:

Judy acabou de se formar na faculdade de arquitetura e decide aceitar a oferta do irmão mais velho para ficar um tempo na casa dele em Los Angeles. Mas seu irmão é ninguém menos que o super famoso Michael Wolfe, então, já era de se esperar uma residência cheia de alarmes e câmeras de segurança. Além, claro, de um guarda-costas à disposição. O escolhido para o trabalho é Rick Evans, um velho conhecido de Judy.

Musculoso, de olhos verdes e com um belo sorriso, Rick poderia ter a mulher que quisesse, mas está apaixonado pela irmã do seu chefe. Quando Judy sofre um ataque, ele sabe que não vai parar até ter certeza de que a mulher da sua vida está a salvo.

“Conquistada até terça” é o quinto volume da série “Noivas da semana”, que já vendeu mais de dois milhões de exemplares nos Estados Unidos e teve os direitos de publicação comprados por 11 países.

Sobre a autora: 

Catherine Bybee foi criada no estado de Washington, nos Estados Unidos. Depois de se formar no ensino médio, mudou para o sul da Califórnia onde mora até hoje. Atualmente ela é escritora em tempo integral e vive com o marido e dois filhos.

Páginas: 294
Preço: R$ 29,90
Tradução: Sandra Martha Dolinsky
Editora: Verus | Grupo Editorial Record

Imagem: Divulgação

Espero que tenha gostado do post de hoje, até o próximo! Beijos.


OUTUBRO ROSA: NÃO DEIXE SUA SAÚDE DE LADO

Olá pessoas lindas,
Hoje venho com um assunto super importante para vocês, a Campanha do Outubro Rosa - prevenção do câncer de mama. Esse ano, a campanha faz 27 anos e chama a atenção para o câncer de mama, sua prevenção e a importância do diagnóstico precoce. Nesse mês, empresas, organizações sem fins lucrativos e comunidades se unem para promover palestras educativas e fazer ações como incentivar o agendamento da mamografia, o principal exame de diagnóstico do câncer de mama.

Que tal aproveitar este mês para cuidar da sua saúde? Vamos conhecer um pouco mais sobre essa doença e suas formas de prevenção.

O que é o câncer de mama?
O câncer de mama é uma doença que surge a partir de um erro na multiplicação de células anormais localizadas na mama. Elas crescem e se multiplicam de forma desordenada, dando origem a um tumor, que pode se desenvolver com diferentes velocidades.

Esse é o segundo tipo de câncer (ou neoplasia) que mais acomete das mulheres no Brasil e no mundo, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. E não se engane, pois os homens também podem desenvolver essa doença – embora seja apenas em 1% dos casos.

O tumor maligno nas mamas é considerado relativamente raro em mulheres antes dos 35 anos. Porém, a partir dessa idade, a incidência cresce progressivamente, aumentando ainda mais depois dos 50 anos.

Alguns dos sinais dessa doença são o nódulo na mama ou na axila, pele da mama avermelhada ou retraída, alterações no mamilo e extravasamento de líquido. Ao perceber qualquer um desses sintomas, procure atendimento médico o mais rápido possível.

Fatores de risco para o câncer de mama
A idade é o principal fator de risco para o desenvolvimento dessa doença, especialmente depois dos 50 anos. Além desse fator, existem outros que podem ser classificados em três grupos:

  • Fatores hormonais ou relacionados à história reprodutiva: primeira menstruação antes dos 12 anos, menopausa depois dos 55, primeira gravidez depois dos 30, não ter engravidado, não ter amamentado, uso de pílula anticoncepcional e reposição hormonal prolongada na menopausa.
  • Fatores ambientais e comportamentais: ingestão de bebida alcoólica, sobrepeso e obesidade, exposição aos raios e o tabagismo (ainda em estudo, mas com algumas evidências).
  • Fatores genéticos e hereditários: mutações em genes transmitidos pela família, histórico de casos de câncer de mama em familiares jovens, casos de câncer de mama nos homens da família, câncer de ovário.
Apresentar um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher necessariamente vai desenvolver um tumor nas mamas, mas sim que o acompanhamento deve ser feito de forma ainda mais cuidadosa.

O câncer de mama e as próteses de silicone
Há alguns anos, surgiram relatos de que os implantes de silicone poderiam favorecer o desenvolvimento do câncer de mama. Embora esse temor ainda assuste muitas mulheres, ele felizmente é um mito.

Diversos estudos recentes mostram que não existe evidência científica para se considerar que as próteses mamárias possam aumentar o risco de desenvolvimento da doença. Inclusive, existem estudos que sugerem que as próteses até diminuiriam as chances.

Outro mito que ronda as próteses de silicone é que elas poderiam dificultar a detecção de um nódulo na mamografia. Isso até pode ter acontecido no passado, hoje, porém, os radiologistas estão muito mais habituados a fazer exames em pacientes com implantes.

Além disso, os equipamentos de mamografia e ultrassonografia são mais modernos, permitindo um detalhamento muito maior. Caso ainda restem dúvidas, é possível recorrer a outros exames, como a ressonância magnética.

A importância da detecção precoce
Quando o câncer de mama é diagnosticado em fases iniciais, ele tem até 95% de chances de cura e costuma responder bem a tratamentos menos agressivos.

O problema é que a maior parte dos nódulos do câncer de mama é detectada pela própria paciente ao tomar banho ou se despir, quando eles já estão em um estágio um pouco mais avançado.

É a partir disso que vem a importância da mamografia, o principal exame para a detecção precoce. Segundo as diretrizes de saúde nacionais, a mamografia deve ser feita a cada dois anos por mulheres de 50 a 69 anos.

Porém, quando há fatores de risco e histórico de câncer de mama em familiares jovens, o médico pode achar necessário realizar uma mamografia anual bem mais cedo, até mesmo a partir dos 30 anos.

Tratamento do câncer de mama
Quando se trata de câncer de mama, o tratamento é altamente individualizado. Isso acontece porque as características do tumor variam bastante de uma pessoa para outra. Por isso, é comum encontrar pacientes com tratamentos bastante diferentes.

O tratamento dessa neoplasia pode incluir o uso de medicamentos por via oral e sessões de quimioterapia e radioterapia, dependendo do estágio da doença. Porém, a principal forma de tratamento é a cirurgia chamada de mastectomia.

Antigamente, a mastectomia era sinônimo da remoção completa da mama. Essa técnica ainda pode ser necessária hoje em dia, mas os avanços da medicina permitem que muitas vezes possa se remover apenas a região onde o tumor está localizado.

Ao receber o diagnóstico ou a indicação da mastectomia, é importante que a paciente saiba que ela poderá optar por uma reconstrução da mama, algo que ajuda as mulheres a recuperar sua autoestima.

Uma das principais técnicas utilizadas para a reconstrução mamária é o implante de silicone, o mesmo utilizado nas cirurgias plásticas de aumento das mamas. A escolha da melhor técnica cirúrgica deve ser discutida sempre com o médico que acompanha a paciente.

Aproveite o Outubro Rosa para agendar aquela consulta que está atrasada e verificar a necessidade de realizar exames preventivos. Valorize a sua saúde!

Até o próximo post!!! Beijos

Imagem: Google
Fonte: Dra. Luciana Pepino

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *